sábado, 17 de outubro de 2015

Definição mais correta para o Brasil: um paraíso de patifes, governado por um covil de bandidos e controlado por um sindicato de ladrões. Onde tem PT e partidos aliados como PMDB, PRB e outros pode escavar que tem roubalheira. Se alguém dessa corja dormir em sua casa, reza para quando você acordar estar pelo menos em cima de sua cama. Nem o Ministério da Pesca foi poupado da quadrilha de políticos ladrões. Agora mesmo a Polícia Federal (PF) caça Abraão Lincoln (PRB-RN) para prendê-lo acusado de envolvimento no sórdido e asqueroso esquema criminoso de malversação do dinheiro público que surrupiou mais de R$ 1,4 bilhão do Ministério da Pesca

O PT e os partidos aliados como PMDB, PRB, e tantos outros são um antro de bandidos. Onde têm essas excrescências, pode escavar que tem roubalheira. Se alguém dessa corja dormir em sua casa, reza para acordar e estar pelo menos em cima de sua cama. A depravação desses escroques atingiu o mais alto grau. O governo dos PeTralhas é pior do que um sanitário de beira de estrada, onde mexeu exala podridão insuportável. O Brasil está entregue as baratas e aos ladrões. Têm mais ladrões do que baratas. Só não há ladroagem, aonde ainda não foi investigado. Se fuzilassem os políticos gatunos, bandidos, seríamos um dos países mais ricos do mundo. Qual o setor do governo que não tem roubo? Qual deles não tem ladrão? Está tudo infestado, contaminado. Agora mesmo, a Controladoria Geral da União (CGU), anuncia a roubalheira do dinheiro público por meio do Ministério da Pesca, que esteve sob o comando do senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), o pastor dos capetas e que pescou o dinheiro dos trouxas. Até o presidente do PRB-RN, suplente de deputado Abraão Lincoln, a Polícia Federal (PF) o estar procurando para prendê-lo, acusado de envolvimento no sórdido esquema criminoso de malversação do dinheiro público que surrupiou mais de R$ 1,4 bilhão do Ministério da Pesca, uma fábrica de roubalheira. Esses partidos ordinários, de meia pataca, de meia tijela, sem-vergonhas aliados do PT são depósitos da escória e da desgraça. É neles onde está a maior concentração de pilantras, aproveitadores, cafajestes, trapaceiros, escroques, mal-caráter e marginais. Os chefetes das legendas medíocres, imundas, vivem da farsa e da mentira. Em tempo: escrevo o que penso, sem me preocupar se agrado ou desagrado. Ler quem quer, concorda quem quiser, e fim de papo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.