segunda-feira, 24 de março de 2014

A pior notícia que li no início da semana publicada no Jornal "Tribuna do Norte": o deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB), quer ser governador do Rio Grande do Norte. Deus nos livre dessa praga! Será que não existe um nome limpo, competente nesse Estado para se tornar governador? O parlamentar norte-rio-grandense deveria ir ser governador do inferno, e o satanás ser seu vice

O deputado federal, do PMDB, Henrique Eduardo Alves, quer ser governador do Rio Grande do Norte. Essa foi a pior notícia que li, publicada no início da semana pelo Jornal "Tribuna do Norte", diário pertencente a família do parlamentar norte-rio-grandense. Deus nos livre dessa praga! Será que não existe um nome limpo, competente nesse Estado, para se tornar governador? Henrique Alves, faz parte de uma quadrilha de urubus, que continuam rasgando e engolindo o Rio Grande do Norte. É um político oportunista, chantagista, charlatão e pilantra, cercado de vários escândalos, dentre eles, a das passagens aéreas, quando utilizou um avião da Força Aérea Brasileira (FAB), para levar a noiva, parentes dela, enteados, filhos, cupinchas, mancebos e comparsas ao jogo da seleção no Maracanã, e o escândalo estapafúrdio do "bode galeguinho", pastorador de uma mansão em Natal-RN, onde são esquematizados todos os tipos de falcatruas e safadezas com o dinheiro público, a partir de licitações superfaturadas e fraudulentas do DNOCS, órgão controlado por Henrique Alves, isso afora, o escândalo da "mala sem alça" (maleta cheia de dinheiro de esquema sórdido) investigado pela Polícia Federal. O politicalha é, também, acusado pelo Ministério Público Federal (MPF), de enriquecimento ilícito. Num País sério, Henrique Alves, estaria preso. Ele, deveria ser governador do "inferno" e o satanás ser seu vice. Se essa "ave de rapina", assumir o governo do Rio Grande do Norte, desta vez o Estado some do Mapa do Brasil. O povo tem que rezar todas as noites para afastar esse encosto da nossa vida. Sinceramente, prefiro mil vezes me jogar do "pico do cabugi", do que votar em Henrique Alves, pois esse mau-caráter, saqueador dos cofres públicos, significa o fim triste e inglório do Rio Grande do Norte. Entre ele e satanás, mil vezes o segundo, pelo menos pode enganar. O passado e o presente de Henrique Alves, o condenam fisicamente, pessoalmente, moralmente e honestamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.