sábado, 18 de janeiro de 2014

O Partido dos Mercenários da Desgraça do Brasil (PMDB), quer abocanhar mais um ministério no Governo Federal para continuar o roubo das verbas públicas. Aliás, a Presidenta Dilma Rousseff (PT), gosta dos ladrões peemedebistas. O Brasil está a mercê de uma grande quadrilha de assaltantes e saqueadores do dinheiro público da Nação

Dono de cinco ministérios no Governo da Presidenta Dilma Rousseff (PT), o Partido dos Mercenários da Desgraça do Brasil (PMDB), quer abocanhar mais um: o da Integração Nacional. Esse governo de Dilma Rousseff, se trata de uma "grande quadrilha de assaltantes" do dinheiro público. E o PMDB, é nada mais do que a meretriz (prostituta) do PT. São siglas compostas de um monte de "bunda-sujas", raríssimas exceções. O PMDB, quer mais um ministério para continuar, claro, e evidente, o roubo escancarado das verbas públicas. É essa a ideia nefasta, e a regra geral da bandidagem da política brasileira. O País está a mercê de uma horda de ladrões disfarçados de políticos. "Deus", livrai-nos destes marginais que prestam indigno desserviço à população. A coleção de ministérios é uma aberração que não produzem nada a não ser escândalos e muita roubalheira. Em tempo: mas, não é só o PT e o PMDB, que são sinônimos de corrupção e ladroagem. DEM, PSB, PTB, PSDB, PR, PSD, PRB, PV, PPS, PMN, PRTB, PCdoB, PDT, PP, PROS e PTdoB, são valhacouto, também, de ladravazes. Tudo que os seus dirigentes safados fazem está incluído moeda de troca (negociata escabrosa). Se o Brasil fosse um País sério, os que se arvoram como presidentes, principalmente, das nanicas legendas partidárias de aluguel, estariam na Papuda (penitenciária de segurança máxima). Escutar esses idiotas, cretinos e medíocres, dá ânsia de vômito. As pequenas cidades, é o lugar em que têm o pior tipo de espécie humana à frente de siglas partidárias, tramando todo tipo de putaria e sem-vergonhice contra o povo. Por isso, e outras coisitas mais, é que o Brasil está fadado ao fracasso, caminhando para um fim triste e inglório.     

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.