terça-feira, 4 de junho de 2013

A "Era" da governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarline Rosado (DEM) no poder é de terra arrasada, explosão da violência, chacinas, caos na saúde, calamidade na educação. No Estado potiguar, segurança pública, saúde, educação é tudo produto de prateleira: "quem tem dinheiro compra"

No Estado do Rio Grande do Norte, mata-se mais que no conflito Israel/Egito. A violência entre nós é uma "pandemia", e está incorporada ao nosso cotidiano. O terror está espalhado. Mais absurdo do que essa guerra é a indiferença com que o problema vem sendo tratado pelas autoridades. Ou melhor, não vem sendo tratado. Essa é a "Era" do governo Rosalba Ciarline Rosado (DEM-RN). Vivemos em estado de calamidade pública não decretada. A violência em todo o território potiguar virou algo banal, corriqueiro. As mortes pela violência são hoje um componente vulgar no cotidiano da sociedade. No Rio Grande do Norte, o escândalo da violência é cercado por um rotundo silêncio das autoridades, pagas para resolverem o problema. Os bandidos ficam em dúvida se é melhor está preso ou solto, e ainda tem os direitos humanos para garantir as aberrações dos marginais. O combate a violência exige uma série de ações que vão desde a prevenção e combate ao tráfico de drogas, um corpo policial bem treinado, pagamento de salários justos, um departamento de inteligência da polícia que funcione adequadamente com aparelhagens e homens devidamente qualificados e leis que punam rigorosamente os transgressores. Enquanto não se fizer isso, será difícil mudar alguma coisa nessa situação caótica em que nos encontramos. No Estado potiguar, segurança pública, saúde, educação, é tudo produto de prateleira: "quem tem dinheiro compra". Em tempo: todas as mazelas que prejudicam os serviços públicos, "a corrupção, o atraso, o sucateamento da saúde, da educação, da segurança" é culpa do eleitorado safado e sem-vergonha, que vende seu voto e se prostitui no processo eleitoral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.