segunda-feira, 20 de maio de 2013

A Presidenta da República Dilma Rousseff (PT), prometeu há meses uma montanha de recursos para conter a tragédia que está matando tudo o que ainda vive no nordeste, particularmente no Rio Grande do Norte. De lá até esta data, só retóricas mentirosas, enrolação e desgraça. Não chega nem a raspa da panela de mingau, nem a velha rapadura para o norte-rio-grandense lamber

No nordeste, particularmente, no Estado do Rio Grande do Norte, se repete aquela história da Coroa de D. Pedro II, que prometeu vender suas joias e socorrer os flagelados. O Governo Federal, há meses, prometeu vários pacotes de bondades para conter a tragédia que está matando o que ainda vive e, de lá até esta data, só retóricas mentirosas, enrolação e desgraça. O governo da Presidenta da República, Dilma Rousseff (PT), não manda nem a raspa da panela de mingau, nem a velha rapadura para o norte-rio-grandense lamber. No meio da miséria, os ricos vão ficando mais ricos, tirando proveito pessoal da seca, e os pobres ficando mais pobres, enganado com caroço de milho e feijão. Foi sempre assim, e será sempre. Agora, quem vê os políticos canalhas, cafajestes, mau-caráter, falando (bodejando), sobre a seca e o homem do campo, pensa que eles estão se referindo a Paris. Ou a qualquer outro lugar do mundo, menos aqui... Em tempo: enquanto isso, na última semana o Governo Federal mandou à Argentina, seis assessores, com diárias, passagens aéreas e todas as despesas pagas pelo contribuinte (imenso exército de otários). Sabem o que eles foram fazer lá? Passar uma semana preparando uma viagem particular do ex-presidente Lula da Silva (PT), a Buenos Aires. É a PeTralhada e cumpanheirada que não abre mão de se lambuzar com o dinheiro público. Ou 'eu" estou errado?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.