domingo, 24 de março de 2013

Os governantes do Brasil, foram todos omissos, incompetentes e irresponsáveis no que tange à educação. Nas escolas públicas, os alunos fingem que aprendem e os professores fingem que ensinam. Aliás, o presidente da República de há pouco "Luiz Inácio Lula da Silva" se gabava de não ter estudado

Nas escolas públicas do Brasil, os alunos fingem que aprendem e os professores fingem que ensinam. Temos o maior exército de doutores semi-analfabetos do mundo. Infelizmente, lamentavelmente, até hoje, os governantes deste País, sem exceção, foram omissos, incompetentes e irresponsáveis no que tange à educação. Aliás, o presidente da República de há pouco, "Luiz Inácio Lula da Silva", por onde andava se gabava de não ter estudado. Se disse orgulhoso por nunca ter lido um livro. Mesmo assim, as universidades lhe concederam, agraciaram com o título de "Doutor Honoris Causa". Podia muito bem ser o título "Honoris Calça", "Honoris Cueca". Doutor analfabeto,  que não terminou sequer o 1º grau, só no Brasil, o País em que a educação vai de mal a pior. Até onde "eu", Antonio Bezerra de Moura - aprendiz de jornalista, pobre mortal - tenho pleno conhecimento; "quem não estuda só pode ser mesmo presidente da República, senador, deputado, prefeito e vereador". Concorda comigo? Atualmente, senhoras e senhores, blogonautas e internautas,  para ser "gari" (lixeiro) o sujeito tem que provar escolaridade. Ou eu estou errado? Em tempo: na minha opinião, quem não estuda e se qualifica não pode nem ser bandido. Vejam que os corruptos, larápios bem sucedidos no Brasil de hoje são todos gente letrada, com diploma e anel de doutor. Fernandinho Beira-Mar não estaria na cadeia se fosse doutor. Isto é Brasil.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.