domingo, 17 de março de 2013

A terra seca, os animais morrendo pelas estradas de Upanema (RN) de fome e sede, e grande número de pessoas abandonando suas casas na zona rural do município, o caos, a morte, o desespero. Enquanto isso, o discurso vagabundo dos governos estadual e federal continuam ao sabor de suas ridículas conveniências políticas. profundamente lamentável

A situação do rebanho e da pecuária no município de Upanema (RN) é de calamidade. Já são centenas de  cabeças de gado mortas de fome e sede pelas estradas. A seca é cruel e leva o que, às vezes, é o único bem de uma família! Não existe  um posicionamento emergencial dos governantes. Só balela. Estão esperando o que? Até quando vamos continuar assim? Os pobres-diabos, desmiolados, ainda acreditam nos discursos ridículos ao sabor de suas conveniências dos governos estadual e federal, que já iniciaram campanha explícita para a reeleição de 2014. Se não fossem tão desleixados, descompromissados e irresponsáveis não haveria falta d'água. Deveriam voltar era pro esgoto de onde saíram. Os políticos safados, calhordas, defensores da presidente Dilma Rousseff (PT) e da governadora Rosalba Rosado (DEM), não têm um pingo de vergonha na cara. A cada seca  repetem as mesmas mentiras, enrolação e tapeação com as vítimas da estiagem. Ações efetivas, concretas e rápidas, nenhuma. Em Upanema (RN) está localizada a Barragem de Umari, 3ª maior do Estado do Rio Grande do Norte, inaugurada há mais de uma década. Não existe até hoje, uma adutora; sequer, um único projeto de irrigação financiado com recursos do governo. Comunidades localizadas a 3 km do reservatório são abastecidas precariamente, entretanto, por carro-pipa. "Isso é uma contradição". Uma vergonha! O município está entregue à própria sorte. Profundamente lamentável. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.