sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Os políticos de Upanema-RN, metidos a cardeais (bestas quadradas) estão "sentindo" agora que a mentalidade da grande maioria da população mudou. É, evidente, a materialização daquela máxima: "um dia a casa cai". Nessa eleição de 07 de outubro de 2012 os eleitores upanemenses têm a chance de reconstruir a "Casa" com o alicerce mais sólido e edificá-la com mais dignidade

No município de Upanema-RN, os que têm a política como profissão, e vitalícia, borraram-se e lambuzaram-se todos. No mínimo, os metidos a  galo-de-campina (besta quadrada) estão "sentindo", agora, que a mentalidade de grande maioria da população mudou. É a materialização daquela máxima: "um dia a casa cai". É a voz do povo nas ruas. Nessa eleição de 07 de outubro de 2012, os eleitores upanemenses têm a chance de reconstruir a "Casa" com o alicerce mais sólido e, edificá-la com mais dignidade, elegendo o Republicano Luiz Jairo Bezerra de Mendonça (PR), prefeito constitucional de Upanema-RN. Quero fazer um alerta ao eleitor: vejam com seus próprios olhos e sintam com seus próprios corações, e na hora de votar, não vote em políticos que prometem os céus, as estrelas, felicidades eternas, porque o jogo é voltado puramente para os interesses pessoais. Candidatos com esse prontuário, dão as costas ao despreparado eleitor, a quem nunca mais vão querer nem ouvir falar. Aliás, esse é o comportamento da maioria dos politiqueiros que abrigam esta cidade. Infelizmente, parte do eleitorado (a minoria) ainda, é de abestados, e cai sempre no conto do vigário, mesmo no manjadíssimo truque (golpe) do bilhete premiado. Lembrem-se, que político embusteiro, mentiroso, picareta, falsário, quando se elege, assume dois compromissos: um com ele mesmo e outro com o povo. O primeiro ele cumpre (que é com ele próprio), o segundo (com o povo), nunca jamais. Afinal, esse tipo de gente não sabe e, em tempo algum aprenderá, que promessa é para ser cumprida e dívida é para ser paga. Em tempo: as denominadas raposas políticas que estão na mamata do poder público, há anos, em Upanema-RN - com sua apetite voraz - são capazes de qualquer coisa para não largá-lo. Dizem que estão agarradas desesperadamente ao peitinho público, com dentes afiadíssimos, unhas longas e pontudas. Quando se fala em final de governo, ficam nervosos, intranquilos, desesperados e desequilibrados, e metem até a cabeça no buraco, como avestruz.    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.