quinta-feira, 29 de março de 2012

Senador José Agripino Maia (DEM-RN) está numa lista de parlamentares que empregam parentes fantasmas em seu gabinete // Deputado Federal Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) comanda a turma do toma-lá-dá-cá na Câmara dos Deputados

O senador José Agripino Maia (DEM-RN), está numa lista de parlamentares que empregam parentes não concursados no Senado Federal. José Agripino, está entre os campeões dessa modalidade.  Recentemente, foi descoberto que uma funcionária lotada no gabinete do senador norte-rio-grandense, morava na Europa, mas, recebia religiosamente os seus salários. Agripino Maia, se acha o mais honesto dos políticos. Ele, sempre quis ser santo da ética, e paladino da moral, mesmo recebendo aposentadoria de ex-governador. Pode ser legal. Mas, nem tudo que é legal, é legítimo, ético ou moral. Já o deputado federal Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), é acusado pela Imprensa Nacional de comandar a turma do "Toma-lá-dá-cá", na Câmara dos Deputados em Brasília-DF. A Revista "Isto É", desta semana, traça um perfil nada honroso do parlamentar potiguar. A "Isto É", diz que Henrique Alves, mesmo com cara de anjo, atua como porta voz de uma ala (cambada) empenhada em pressionar o governo Dilma Rouseff (PT), por cargos públicos e verbas públicas. Henrique Alves, é o tipo de político que só mantém fidelidade ao governo se for agraciado com cargos e verbas públicas. Sempre foi assim, e sempre será. Em tempo: a Presidente do Brasil Dilma Rouseff, já disse, numa entrevista esta semana a Revista "Veja", que não gosta desse negócio de "Toma-lá-dá-cá", e não vai deixar que essa prática condenável idealizada e arquitetada por Henrique Alves, aconteça no seu governo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.