domingo, 16 de outubro de 2011

Estado do Rio Grande do Norte // No interior potiguar as câmaras de vereadores e prefeituras municipais são casas de marginais, pouquíssimas exceções

Na grande maioria das câmaras de vereadores e prefeituras municipais do Estado do Rio Grande do Norte, "se construir muro, vira presídio. Se cobrir com lona, vira circo". Pena que maior parte da população não enxergue isso. Ingenuidade do povo. Tanto o executivo, quanto o legislativo - no interior norte-rio-grandense - abriga políticos sabidamente, comprovadamente ladrões do dinheiro público, corruptos, venais e de caráter duvidoso. O Rio Grande do Norte, é um Estado consumido pela corrupção nas câmaras legislativas e prefeituras municipais, com pouquíssimas exceções. No território potiguar, o povo parece ainda não ter cansado de ser roubado, de ser enganado, pois, continua votando nos próprios inimigos. Agora, você pode mudar isso, votando nas próximas eleições e escolhendo políticos sérios. Que políticos sérios? Políticos comprometidos com o bem-estar da população. Na verdade, nunca devemos perder a fé na humanidade, pois ela é como um oceano. Só porque existem algumas gotas de água suja nele, não quer dizer que ele esteja sujo por completo". Mais ainda: votando consciente, só assim, se acabaria os ratos com rabos e focinhos - bandidos travestidos de políticos - que saqueiam o erário público. Em tempo: algumas cidades do território potiguar deviam ter sido planejadas em forma de "ratoeira ou de um camburão da polícia", diante da imensa teia de corrupção, promovida por quadrilhas especializadas em assaltar os cofres públicos e que continuam no poder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.