sábado, 21 de maio de 2011

A "oxi" droga ainda mais devastadora do que o "crack" chega ao Estado do Rio Grande do Norte e traz consigo todo seu efeito nefando, nefasto e funesto

O "crack" tomou conta do Rio Grande do Norte. Conversando esta semana com um graduado e experiente policial federal, ele me dizia que no Estado, não há mais uma única cidade, por pequena que seja, onde a droga não esteja sendo distribuida e consumida em larga escala. Segundo o membro da corporação federal, o problema tomou proporções alarmantes e é preciso ação enérgica dos governos em todos os níveis - federal, estadual e municipal - no combate a esse mal terrível, que agora, também, tem um concorrente: a "oxi". Essa inclusive é a nova "onda", por sinal, mais letal. A "oxi" quem usa tem em média um ano de vida. Ela é uma droga mortífera, composta de gasolina, querosene, cal virgem e pasta de cocaína. Vicia e mata em velocidade maior do que qualquer outro entorpecente alucinógeno. Afinal, já chegou ao Rio Grande do Norte, trazendo consigo todo seu efeito devastador. Quinta-feira, 19, a Policia Militar realizou a primeira apreensão da droga no Estado, mais precisamente, em Natal-RN. Em tempo: droga é para gente covarde e idiota.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.