sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

O RN assistiu estupefato um desgoverno marcado pela propaganda enganosa, irresponsabilidade, perseguição política e roubalheira do dinheiro público

O Estado do Rio Grande do Norte/Brasil, assistiu atônito oito anos de desgoverno Wilma de Faria/Iberê Ferreira (PSB). Foram dois mandatos marcados pela propaganda enganosa, irresponsabilidade, mesquinhez, inércia, apatia, negligência, descalabro, desgraça, perseguição política e roubo do dinheiro público, tudo isso, escancaradamente e criminosamente. O pior: nenhum dos escândalos desse desgoverno - foliaduto (bandas fantasmas), ouro negro (máfia dos combustíveis), operação hígia (roubo de R$ 40 milhões da saúde), superfaturamento da ponte da redinha na capital potiguar e outros episódios vergonhosos - deram absolutamente em nada. Nenhum dos larápios, ou chefes de quadrilhas foi punido pelos assaltos aos cofres públicos do Estado. Continuam soltos, livres e sem chances de devolver R$ 1 centavo da rapinagem. E ainda tem gente acreditando que o crime não compensa. Obviamente, meridianamente claro, não compensa para pobre, preto, puta e gay. E somento só. Mais ainda: Wilma de Faria/Iberê Ferreira, estiveram na contra mão da história e ficaram marcados com a pecha de figuras nefastas da política norte-rio-grandense. Em tempo: graças a Deus essa página obscura, lugúbre, execrável e abominável da história do Rio Grande do Norte, acaba à zero hora desta sexta-feira, 31, para alegria de todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.