domingo, 19 de dezembro de 2010

O governo Wilma Faria/Iberê Ferreira (PSB), no Estado do Rio Grande do Norte, foi inoperante, inconsequente, negligente e irresponsável

O Rio Grande do Norte, poucas vezes viu um final de governo estadual tão melancólico e desastroso. A professora e ex-governadora Wilma de Faria (PSB) e o atual governador Iberê Ferreira (Berê, Berê, Barâ, Barâ), foram inoperantes, inconsequentes, negligentes e irresponsáveis. Governaram para os parentes, amigos, apaniguados, puxa-sacos e ladrões do dinheiro público que foram colocados em lugares chaves da administração, sem nenhum critério de competência ou moralidade. O trinômio - Educação, Saúde e Segurança - estão em frangalhos, totalmente destruídos no Estado potiguar, o que demonstra o grau de incompetência de Wilma e Iberê, no governo há exatos oito anos. Agora mesmo, o Rio Grande do Norte está parado atingido por uma letargia de final de mandato, um tempo obscuro, sombrio, cheio de trevas, que os norte-rio-grandenses rezam para que termine logo. Em qualquer outro País do mundo, o que aconteceu no desgoverno Wilma/Iberê, no Rio Grande do Norte/Brasil, levaria o povo às ruas e provocaria uma crise política nefasta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.