sábado, 16 de outubro de 2010

Lideranças políticas do RN mostraram-se apreensivas com o distanciamento entre a prefeita de Upanema-RN Maria Stella Freire e o ex-prefeito Jorge Luiz

Os caciques do PMDB e do DEM do Estado do Rio Grande do Norte - Senadores, Garibaldi Filho e José Agripino - mostraram-se apreensivos com o distanciamento político entre a prefeita de Upanema-RN, Maria Stella Freire e o ex-prefeito Jorge Luiz, nas eleições 2010. Uma das maiores lideranças peemedebista norte-rio-grandense, chegou a confidenciar a um dos assessores pensar que "nem a indústria naval do mundo inteiro", abalaria o relacionamento político entre os dois. Ninguém assume o racha, mas já nas eleições deste ano, a chefe do executivo upanemense e o ex-dirigente da municipalidade, agiram isoladamente. Não sentaram juntos uma vez sequer para formular estratégias. O que se pode observar com clareza é que da relação que existia entre os dois líderes do PMDB, restou um distanciamento que beira o mal-estar político. Nos bastidores, fala-se em "arestas mal aparadas". As primeiras rugas na convivência surgiram no ano passado. O que se comenta em sigilo absoluto entre fontes de informações preciosas, é que pelo menos um episódio pôs em risco a saúde da relação. Uma leitura que se faz: a união de dois polos com a mesma carga elétrica é impossível. Obviamente, meridianamente claro, contraria todas as leis da física.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.