quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Candidata Dilma Rousseff (PT) promete aumentar o assistencialismo engrossando a simpática malandragem que forma bandidos e atrasa o País

Para a candidata a presidência da República do Brasil pelo (PT), Dilma Roussef (Lula de saias), a maior parte do eleitorado brasileiro é formada pelos despreparados, enganáveis e patetas-brocoiós. A candidata petista promete que se eleita vai aumentar o assistencialismo, engrossando o exército dos que recebem dinheiro do governo sem trabalhar; a simpática malandragem remunerada que produz votos, forma bandidos e atrasa o País. Na verdade, Dona Dilma ex-guerrilheira, deveria era dizer como é que pretende tirar o bandido da rua para que o cidadão não seja assaltado ou morto ao sair de casa para o trabalho ou a escola. Deveria dizer também, como vai fazer para que milhares de pessoas não morra nas portas dos hospitais por falta de atendimento médico. E, obviamente, como vai fazer nesse Brasil de 20 milhões de analfabetos e 15 milhões de semi-analfabetos, para recuperar o ensino público falido. Aliás, senhoras e senhores, blogonautas e internautas, Dilma ex-guerrilheira, não falou até hoje com relação a corja de assaltantes do dinheiro público - José Sarney, José Dirceu, Collor de Mello e tantos outros patifes - todos companheiros de palanque dela nessa campanha eleitoral; como não falou em botar ladrão na cadeia e tomar de volta o dinheiro roubado do erário público. Dilma ex-guerrilheira, não conseguiu explicar - até a hora da postagem desta matéria - porque botou para chefiar no ministério que ela comandava no governo Lula da Silva, uma súcia de marginais da pior espécie que surrupiaram criminosamente o dinheiro do povo brasileiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.