domingo, 28 de março de 2010

Rio Grande do Norte // População vive uma época de reclusão involuntária e imposta pelo clima de insegurança no Estado potiguar

Um verdadeiro clamor da população do Rio Grande do Norte, ecoa de todos os lados e de todos os lugares contra a onde de insegurança que, definitivamente, tomou conta do Estado. Quem tem condições financeiras, contrata guarda-costas para cuidar da segurança de toda a família. aos demais, cidadãos comuns, que paga impostos caríssimos, só resta ter fé e orar para não ser vítima da violência. O expectro do medo está espalhado por todos os recantos. Todos os caminhos levam aos bandidos. No Rio Grande do Norte, todo dia é dia da caça. Muitas cidades vivem o desassossego e rastro de sangue. Temos repetição de mortes que impressionam, resultados de lutas fratricidas, vinganças brutais, assaltos, sequestros, estupros e outros desastres inconcebíveis. O governo do Estado é apontado como o maior responsável pelo elevado e crescente índice da criminalidade, marginalidade e violência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.