terça-feira, 14 de julho de 2009

O tema central dos que se arvoram como grandes lideranças da política no Rio Grande do Norte são as eleições de 2010 e a Copa do Mundo de 2014

O Rio Grande do Norte precisa de tudo, saúde, educação, segurança, habitação, água, investimentos, mas, o tema central dos políticos de expressão no Estado, são exatamente, as eleições de 2010 e a Copa do Mundo de 2014, ocasião em que a capital Natal-RN, sediará apenas dois ou três jogos. Aliás, a governadora, os deputados, os senadores, sem exceção estão tratando do assunto como se o futebol estivesse entre as necessidades vitais do povo norte-rio-grandense. Para que se tenha uma idéia de tamanho absurdo, só o estádio de futebol suntuoso que será construído custará aos cofres públicos nada menos que 500 milhões de reais, um verdadeiro oceano de dinheiro. Enquanto isso, centenas e centenas de famílias potiguares vivem em condições de pobreza extrema, faltando o necessário para sobreviver, escapar, no dito popular. Infelizmente, lamentavelmente, os políticos rio-grandenses-do-norte, domiciliados em Natal-RN e Brasília-DF, se apresentam mais como se fossem dirigentes de federações esportivas, do que mesmo representantes eleitos pelo povo para os defender. Se depender dessa cambada de políticos inúteis, a partir da governadora Wilma de Faria, o Rio Grande do Norte ficará fora para sempre da vista do País, no que concerne a desenvolvimento sócio-econômico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.