sexta-feira, 3 de julho de 2009

No próximo ano será depositado mais uma vez nas mãos do eleitorado a responsabilidade de se expulsar os políticos marginais

Os atos espúrios praticados por marginais travestidos de políticos está arrebentando com o povo que não tem direito a porra nenhuma. As patifarias que os políticos fazem com o dinheiro público se fossem exercitada por quaisquer cidadãos comuns, todos estariam condenados e presos numa penitenciária de segurança máxima. Na história deste País, e especificamente, na história do Rio Grande do Norte, jamais se ouviu ocorrer tantas pilantragens, falcatruas, ladroagem e outros fatos afins, todos do conhecimento do povo e das autoridades. E isso não acontece só no executivo. No legislativo a esculhambação é ainda pior. Air eu fico me perguntando: ano que vem haverá eleições (presidente, governadores, senadores e deputados), e como será que os eleitores, principalmente, o da minha cidade - Upanema-RN - vão escolher os seus representantes? Sei que não é fácil uma renovação na política, até porque o pobre eleitorado, em grande escala, sobrevive de esmola, recebendo em troca do seu voto, ninharia, medicamento, caixão de defunto, sacas de cimento, óculos, consultas, tijolos para consertar a biqueira da casa e outras coisas mais. Diante disso, quase todos os eleitores esquecem os escândalos praticados pelos ladrões do erário público, e votam nos próprios inimigos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.