quinta-feira, 18 de junho de 2009

Vereadores cortam os salários no embalo da crise econômica numa das cidades mais pobres do Brasil

Enquanto em Upanema-RN, os vereadores aprovaram no final de 2008 às escondidas, por debaixo dos panos, um reajuste salarial gigantesco - 60% - para eles próprios, ontem, em Araçoiaba, município mais pobre da Região Metropolitana do Recife (PE), os parlamentares municipais decidiram dar um extraordinário exemplo para as câmaras legislativas do País: autorizaram a redução dos próprios salários, em 43,46% a partir do próximo mês de julho. Araçoiaba-PE, tem nove vereadores. A redução salarial foi em consequência da crise econômica que está arrebentando os municípios. Na cidade de Upanema-RN, ventilou-se recentemente, a proposta para reduzir o salário dos vereadores, logo, surgiu reação da maioria, que não admite cair um centavo dos ganhos mensais. Obviamente, caso fosse aprovada a nova regra na aldeia, alguns deles iriam recorrer a justiça, alegando, com a voz trêmula, quase chorando, que estavam sendo " injustiçados na vida pública, depois de trabalharem tanto e estarem a serviço do povo". Aliás, vereador não tem culpa de nada. A culpa é do povo que se vende em grande escala nas eleições, e vota em seus próprios inimigos. Em tempo: saber viver não é fácil. Mas é patético não saber escolher.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.