segunda-feira, 22 de junho de 2009

Toda a desgraça do Rio Grande do Norte é consequência do roubo do dinheiro público por uma cambada de políticos ladrões

Se os políticos que estão no cargo público não roubassem o dinheiro do povo - raríssimas exceções - o Rio Grande do Norte suportaria qualquer política econômica. Esse Estado seria um dos melhores do Brasil. É impressionante o quadro de corrupção instaurado na terra potiguar, especificamente, nos poderes legislativo e executivo. Todo mundo sabe disso, até que vai nascer amanhã. Agora, quase não se nota a revolta do povo, diante das patifarias nauseabundas protagonizadas por marginais mascarados, travestidos de políticos. O pior, é que há quem diga: o dinheiro que estão roubando não é meu. Pelo amor de Deus, não seja imbecil, tolo, o dinheiro público é seu. Sai de sua garganta, arrancado pelos impostos que voçê paga, e as vezes não sabe que paga. É imposto invisível, embutido no preço de tudo àquilo que voçê compra para se alimentar, para curar a doença. Então, nós temos que ser implacáveis contra os ladravazes da política. Acorda povo! o povo tem que acordar. De tanto apanhar, o povo tem que acordar para a realidade de que, cada centavo roubado prejudica a vida da população.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.