domingo, 28 de junho de 2009

Senador do Rio Grande do Norte reforça bancada dos fichas-sujas no Congresso Nacional

Dentre os envolvidos no mar de corrupção -Atos Secretos - e todo tipo de bandalheira do Senado Federal, está o nome do norte-rio-grandense Garibaldi Alves Filho (PMDB). O senador quando esteve na presidência da Câmara Alta do País, nunca demonstrou sequer ter coragem para comandar uma cruzada pela moralidade da Casa Legislativa, que já se encontrava no fundo do poço, afogada em um mar de perversão. O político peemedebista, sempre tentou explicar o inexplicável e negar o inegável. Deveria, agora, pagar o preço do grande pedaço de culpa que também o envolve na patifaria dos Atos Secretos, do parlamento nacional. Não se preocupem: não vai acontecer nada com Garibaldi Alves Filho, e sim, talvez comigo - Antonio Bezerra - por estar escrevendo e falando demais. Em tempo: até bem pouco tempo o senador potiguar era tido como uma das reservas morais da política, hoje, reforça a bancada dos fichas-sujas em Brasília, sede do Congresso Nacional, uma verdadeira casa de marginais, pouquíssimas exceções. Garibaldi Alves Filho, vai enfrentar as urnas no próximo ano, e se não conseguir neutralizar o desgate provocado pela participação nessa safadeza do Senado, pode ficar pelo meio do caminho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.