quarta-feira, 17 de junho de 2009

A invencibilidade na maioria das vezes se transforma em derrota

A invencibilidade não existe, notadamente na política. Na maioria das vezes ela se transforma em fragorosas derrotas. O ex-senador Fernando Bezerra, era considerado invencível, mas, perdeu a vaga para Rosalba Ciarline, em 2006. Fernando Henrique Cardoso, em 2002 tinha tudo para eleger seu sucessor na presidência da República, mas, foi tragado por Lula da Silva. Garibaldi Filho, também considerado invencível no Rio Grande do Norte, não conseguiu eleger seu sucessor em 2002. Em 2006, o próprio Garibaldi Filho, candidato ao governo do Estado, perdeu para Wilma de Faria. Na realidade ninguém desanima, até porque, como na vida, a política tem seus ciclos. Dizem os cientistas políticos que ela é uma caixa de surpresas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.