quinta-feira, 4 de junho de 2009

Governo "Wilma de Faria" é o pior da história político-administrativa do Rio Grande do Norte

Muitas promessas feitas pela governadora do Rio grande do Norte, Wilma de Faria (PSB), não foram transformadas em realidade. Os setores que ela mais falava em priorizar - saúde, educação e seguranca pública - pioraram na sua administração, atingindo um nível degradante. E quem diz isso não é apenas a oposição. É a sociedade. No atual governo do Estado, esses setores definharam-se no mais alto grau. Mas, enquanto os servidores estão em pé de guerra, principalmente, os da educação, que há anos não têm aumento de um centavo em seus salários, a chefe do executivo norte-rio-grandense, vai investir uma cachoeira de dinheiro num estádio de futebol em Natal - capital subsede da Copa do Mundo de 2014 - e vai dar reajuste zero ao funcionalismo estadual. É dureza. Estima-se que o investimento é de R$ 500 milhões, numa obra, para sediar pouquíssimos jogos, e cuja utilidade depois do evento, é discutível. Uma perguntinha ingênua: alguém está lembrado dos escândalos que ocorreram no Governo Wilma de Faria - da máfia dos combustíveis, das bandas fantasmas, da saúde, do superfaturamento na ponte de todos, do cheque-reforma? Ninguém pode esquecer isso da memória. Até porque, o dinheiro público é do povo, arrancado da sua própria garganta, através dos impostos escorchantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.