segunda-feira, 13 de abril de 2009

A face do cretinismo e da mediocridade nas prefeituras

Nada de contenção, moralidade, austeridade. A farra com o dinheiro do contribuinte continua crescendo assustadoramente nas prefeituras, pouquíssimas exceções. Só se ouve ladainha dissimulada de prefeitos, que por trás de toda choradeira surrupia o dinheiro do povo e gasta com festança, viagens desnecessárias e patifarias nauseantes. Afora isso, criam cargos decorativos nas prefeituras para acomodar os apaniguados , bajuladores e puxa-saco, inundando a administração pública de incompetência e despesas. Hoje mesmo é dificil calcular o tamanho do rombo no erário. O pior é que toda essa esculhambação ocorre aos olhos da sociedade, que assiste passivamente como se tudo estivesse navegando em águas calmas. Os prefeitos por sua vez, alegam que tudo é feito com base na lei. Quer dizer, que é legal. Em tempo: nem tudo que é legal é legítimo, ético ou moral, sendo, meridianamente claro, imoral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.