quinta-feira, 26 de março de 2009

Apenas o começo: bandidos, criminosos e covardes

Submundo do crime. Esse rótulo define o anonimato e os sócios-parceiros, que nada mais são que vampiros sanguinários traiçoeiros. O anônimo sem qualquer exceção é um ser abjeto, digno das piores pocilgas putrefatas, sendo assim, nocivo à sociedade. O espaço para anônimo é contrário as leis sociais e morais. Quem não mostra a cara não vale nada. Acobertar quem oculta o nome faz parte da mesma linha do banditismo. A Polícia Federal e outros órgãos de Segurança Pública, já dispoem de mecanismos de identificação para esse tipo de crime. Em Upanema, algumas pessoas da sociedade foram agredidas por uma súcia do mais alto grau de periculosidade, que mais cedo ou mais tarde será desvendada e os nomes revelados neste espaço. Seja quem for, doa a quem doer. Digo aos pobres diabos que não recuarei um milímetro, no posicionamento condenando as hediondas posturas dos bandidos, marginais e covardes, que utilizam a internet para fins criminosos. Hoje limitei-me a pequenas anotações, ligeiras pinceladas que serão detalhadas quando for necessário e conveniente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.